quinta-feira, 13 de junho de 2013

* LOTEAMENTO EM ANTIGA ÁREA DE EXTRAÇÃO DE CAULIM VOLTA A ATORMENTAR MORADORES DA RETA E ADJACÊNCIAS.



A proposta de se construir casas em uma antiga área de mineração de caulim volta a atormentar a vida dos moradores da Reta e adjacências.
E volta também a questão: A realização de um grande sonho – a compra da casa própria - transformada no maior de todos os pesadelos!
As fotos que fiz hoje no local dão claramente a dimensão do problema na área destinada pela prefeitura para a construção de moradias populares. Uma área marcada pelo abandono após anos de extração de caulim e totalmente degradada pela ação desordenada do homem, inclusive numa idêntica e desastrada tentativa de se lotear para a construção de moradias feita pela administração anterior que resultou em inúmeros problemas para os moradores da Av. Governador Valadares - Reta, Rua Dona Miquelina e adjacências.

Já havia abordado este tema anteriormente aqui no blog. Ver link:
http://blogdomayrink.blogspot.com.br/2012/01/estao-querendo-construir-castelos-de.html
.

Sabemos que não é ideal construir casas em terrenos de solo arenoso, muito menos desenvolver projetos de moradia popular em áreas já degradadas por mineração, mas sabemos também - conforme nos lembrou o Eng. Bruno Vieira Ferreira - que Um projeto bem estudado, embasado tecnicamente, com participação de pessoas que realmente entendem do assunto, é capaz de atender, e até superar, o objetivo de qualquer empreendimento que tem apenas visão política.” Veja no link abaixo o riquíssimo esclarecimento do Eng. Bruno Vieira Ferreira:
http://blogdomayrink.blogspot.com.br/2012/01/comentario-do-leitor-bruno-mereceu-um.html
.
Já afirmei aqui no blog e reitero: Sou cético em ver este novo loteamento ser realizado amparado em projetos bem elaborados, e sim muito mais em influências políticas, o que mais uma vez poderá deixar uma bomba de efeito retardado nas mãos dos futuros compradores e de futuras administrações de nossa cidade.
Fica o alerta para que a atual administração não cometa tão grave erro!
.





.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...