quinta-feira, 23 de maio de 2013

* PALESTRA NO COPEB.

.
Atendendo ao atencioso convite do Colégio COPEB, participei na manhã de hoje de uma interessante Palestra com o Antônio Henrique Lacerda, Doutor em História pela UFF, diretor do Arquivo Municipal de Juiz de Fora, pesquisador e profundo conhecedor sobre a exploração do trabalho escravo em nossa região. Tema: “O escravo e sua cultura: Ausência na historiografia”, também título do projeto que o COPEB, através da Professora Giovana, desenvolve com os alunos neste ano.
Antônio Henrique iniciou sua palestra discorrendo sobre a eliminação dos povos indígenas em nossa região, que tiveram enorme importância na abertura das trilhas para o escoamento de toda a produção de nosso estado já que os caminhos mais importantes utilizados naquela época eram na verdade trilhas dos povos indígenas que aqui habitaram.
Com o verdadeiro extermínio dos índios, teve início o tráfico de grande número de escravos, vítimas da exploração do trabalho pesado, em especial, no ciclo do café.
Falou das pesquisas pela região em busca de registros antigos de propriedade dos escravos pelos “barões” e “coronéis”; das pomposas fazendas que estes poderosos exploradores do trabalho humano conquistavam, concentrando grandes riquezas e poder nas mãos de poucos; de como os mesmo exerciam este “poder” e dos tristes “mecanismos de persuasão” do trabalho dos negros.
Apresentou também interessantes números de censos populacionais da época, onde se destacava o grande número percentual de escravos em relação ao número de habitantes, comprovando o quanto a triste exploração do trabalho escravo acabou sendo importante para o desenvolvimento da região, numa época em que o trabalho pesado dominava os setores produtivos e eram realizados quase que exclusivamente pelos escravos. Época que não existiam estradas e todas as mercadorias e a produção eram transportados em lombo de burro.
Enfim, uma grande oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a história de nossa região e nosso País, marcado por tantas desigualdades e injustiças; pela riqueza e poder acumulado na mão de “poucos” exploradores graças ao trabalho e sacrifício de “muitos” explorados, verdades que não podemos deixar escondidas. Verdades que nossos adolescentes e jovens precisam conhecer.
Parabéns ao Colégio COPEB por mais esta iniciativa.
.

 .

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...