domingo, 24 de fevereiro de 2013

* BICAS ONTEM & HOJE - PARTE 04.

Continuando o resgate histórico fotográfico de nossa cidade e contando com o precioso apoio de amigas e amigos que constantemente me enviam "novas" fotos antigas, selecionei mais algumas delas e fui às ruas para conferir e fotografar buscando os mesmos ângulos das fotos antigas, resultando mais uma vez num belo e interessante comparativo que você poderá conferir abaixo.

Rua Coronel Souza ontem...

 ...Rua Coronel Souza hoje.


Também na Rua Coronel Souza, o Clube Biquense ontem, já com duas torres em sua fachada...

...e o Clube Biquense hoje. Em breve, fotos mais antigas do prédio com uma torre.



  Ontem, Ginásio Francisco Perez...

... hoje, Escola Mário Bianco Gianini.



 Mais uma foto da Rua Coronel Souza, ontem...

...mesmo local nos dias de Hoje.


 Início da Rua dos Operários, ontem...

 ... mesmo local hoje.


 Igreja de Santo Antônio, na sua construção em 1963...

 ...Igreja de Santo Antônio hoje.


 Belo registro fotográfico da Praça São José, antes da construção da torre da Igreja Matriz...

... Praça São José hoje, em mesmo ângulo.


Outro belo registro na Rua Barão de Catas Altas, ontem...

 ... e hoje, onde funcionam uma lojas de tintas, A Toscana e a RJR Pneus.
 .

6 comentários:

  1. Tenho vários comentários!! rsrsr...No segundo par de fotos,confirmo que sempre fico encantada pela perfeita conservação do Clube Biquense. Lindo!Alguém (ou alguéns, já que só se consegue isso com sucessivas cabeças conscientes através dos tempos...) ali merece parabéns!
    No quinto par,doeu a falta da oficina e da locomotiva... E dos operários. Que pelo menos continuam lembrados como o nome da rua. Vamos torcer para que nunca sejam apagados também daí!
    Adorei o sexto par! Só conheci o Pe.Cataldo mas fiquei procurando o vô Evaristo... Afinal, ele e a vó Merita deram sua gotinha de suor para que essa igreja fosse erguida... Eu mesma cheguei a participar de algumas quermesses arrecadadoras de fundos (só para brincar e comer, é lógico...rsrsr) no salão paroquial que ficava bem ali pra trás da casa antiga da vó... Você lembra alguma coisa disso?
    No sexto par, outra constatação que merece elogios: tudo mudou em volta (inclusive casas historicamente preciosas botadas abaixo ou totalmente descaracterizadas...sniff...), mas a árvore da esquina da praça está lá! Frondosa! Vivíssima! E cheinha de histórias pra contar!
    E por fim o último par... mas sem comentários. Essa mais antiga vou contrabandear para meu próprio blog. Afinal..."tem tudo a ver". E irmã que rouba irmão tem 100 anos de perdão! kkk
    Parabéns, Amarildo! Por sua paciência e boa vontade para com essa cidade que tanto ama!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marly!
      Não sei se você lembra, mas a frente do Clube Biquense tinha apenas uma torre. Posteriormente é que construiram a segunda torre. No próximo Bicas Ontem & Hoje vou publicar fotos da antiga fachada e você perceberá a grande diferença. Mas sem dúvidas, é um dos prédios mais belos de nossa cidade.
      Quanto à Igreja de Santo Antônio, também procurei o Vô Evaristo na foto!
      Quanto à Praça São José, sou apaixonado por ela e tenho fotos de perder a conta daquele local. Não consigo passar por ela com a máquina fotográfica sem fazer alguns registros.

      Excluir
  2. ESPETACULAR MATAR UM POUCO DA SAUDADE.
    PARABÉNS AMARILDO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é o principal objetivo: matar um pouco da saudade!
      Mas é preciso também manter nossa história viva na memória de todos. Momentos que não podemos deixar se perder com o tempo. Um belo exemplo são as oficinas ferroviárias. Os meninos e meninas de hoje só acreditam que tudo aquilo aconteceu vendo as fotos!
      Mas eu confesso: adoro "viajar no tempo" e esse é o "encantamento" das fotografias.

      Excluir
  3. Amarildo, parabéns pelo seu belo trabalho, e pela sensibilidade artística e cultural. Não morei em Bicas, mas minha família era de lá, e a visitei muitas vezez desde os anos 1950. Minha avó, Maria de Souza Rezende, morava na Praça São José, e muito católica, só precisava atravessar a rua para ir na igreja. Era viúva do meu avô português, Antonio Pinto Soares de Rezende, que era proprietário (acho que as construiu) das três casas que aparecem nas fotos da Praça Quintino Bocaiuva com a Rua XV (com uma multidão à frente). Gostei muito de ver as fotos antigas, e as suas pelos mesmos ângulos. Mais uma vez parabéns. Abraços, Rodolfo S. Rocha.

    ResponderExcluir
  4. Rodolfo!
    Palavras como as suas são grende estímilo a continuar realizando este trabalho.
    Aguarde que em breve tem mais "BICAS ONTEM & HOJE"!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...